Cuide de si para então cuidar de um bebê!

Para cuidarmos de alguém é essencial cuidarmos de nós mesmos primeiro. Engravidar é um das mais lindas decisões da vida, e para chegar até lá precisamos estar bem com nós mesmos, tanto em saúde mental quanto física. Alguns pensam ser Balela esse papo, afinal tantas engravidam sem querer, sem se cuidar e ainda bebem e fumam. Que seja, mas nada mais garantido para o bem estar da mãe e do bebê que cuidar da própria saúde.
Logo após o casamento engrenei em uma vida saudável, voltei para academia e segui o plano alimentar passado pela nutricionista. Casei com uns quilinhos a mais e o marido também. Afinal eu morava sozinha e com a loucura do trabalho comia qualquer coisa devido ao cansaço. Depois de casada tudo mudou, com atividade fisica e seguindo o plano alimentar eliminei 5kg. Reduzi gordura e ganhei massa magra. O marido nessa brincadeira eliminou 12kg. Só seguindo a minha alimentação e olha sem ir a academia. Desde então tenho essa rotina.
E é essa rotina que pretendo levar na gravidez. Alimentação saudável e atividades físicas, claro sempre com orientação médica! 👫🚺🚼🍓🍉🍊🍎

Enfim o último comprimido…

E então chegou o dia do último comprimido!
Mais precisamente no dia 26/12/2016, uma segunda-feira.
Antes disso lá em novembro fui ao ginecologista para uma consulta e dizer dos planos de ser mãe. A médica me passou uma lista de exames e uma receita com ácido fólico. Voltei para casa e já marquei todos os exames, só não comecei com o ácido fólico, nessa hora bateu a dúvida, vai ou não. Fiz os exames e no dia 27/12 voltei a ginecologista para mostrar. Estava tudo ok e disse que ontem, no caso dia 26/12 tinha tomado o último remédio. Ela perguntou do ácido fólico e eu disse que não tinha tomado ainda por dúvida. Se ia mesmo iniciar as tentativas, meu marido riu e a médica deu um Esporro. Comecei no dia 27/12 mesmo a tomar o ácido, e a médica recomendou usar preservativos nos próximos 30 dias que é o prazo mínimo tomando o ácido fólico.
Enfim, apesar de ser um sonho desde sempre fiquei sim com o frio na barriga de iniciar as tentativas para ser mãe, principalmente quando surgia algum problema pessoal ou familiar. Mas dai com muita oração e compreendendo que não existe momento perfeito, estamos aquí. Meu marido a todo o tempo radiante e sonhando com o dia em que será pai!
Quanto ao anticoncepcional tomava há 9 anos. Nos últimos 3 usava o contínuo Elaine 28, pois sofria muito com cólicas e TPM. Agora é aguardar!
#tentante2017 #vidadetentante #maternidade #gravidez #sonhoemsermãe

Sobre nós “Aprender Materno”

lily

Olá pessoal, criei este blog para registrar todas minhas experiências até a tão sonhada maternidade. Tenho 28 anos, sou casada com um homem maravilhoso, meu esposo e amigo. Sou Pedagoga há alguns anos, atuando em tempo integral em escola de ensino regular, sou apaixonada pela minha profissão.
Sou também nas horas vagas e não vagas dona de casa rs!
Carrego comigo o sonho em ser mãe desde sempre. Quando nos casamos só confirmamos esse sonho e agora decidimos que seria a hora certa, espero que coincida com a vontade de Deus!
Escolhi o nome do blog Aprender Materno porque acredito ser um eterno aprendizado a maternidade e por isso desejo compartilhar e aprender muito por aqui, com as tentantes, gravidinhas e mamães! Aos poucos irei atualizando o perfil!

O que é Neuropsicopedagogia

A Neuropsicopedagogia é uma ciência transdisciplinar, fundamentada nos conhecimentos da Neurociências aplicada à educação, com interfaces da Pedagogia e Psicologia Cognitiva que tem como objeto formal de estudo a relação entre o funcionamento do sistema nervoso e a aprendizagem humana numa perspectiva de reintegração pessoal, social e educacional.

Fonte: http://www.sbnpp.com.br/o-que-e-neuropsicopedagogia

A neuropsicopedagogia é uma ciência que envolve conhecimentos de neurociências, psicologia e pedagogia. É uma área totalmente nova no mercado, porém muito promissora principalmente no âmbito educacional, afim de orientar e dar subsídios para os profissionais desta área nos problemas de aprendizagem escolar, cognição e demais distúrbios que afetam a aprendizagem da criança e do adolescente no período escolar.

Em neuropsicopedagogia aprende-se sobre o funcionamento do cérebro desde a vida intrauterina e como a aprendizagem acontece. A neurociência vem trazendo inúmeros ganhos para a educação através das concepções da formação da aprendizagem no cérebro.

E aí, você conhecia essa área profissional da Neuropsicopedagogia? Em breve abordaremos mais sobre o assunto!